Categorias: Notícias
| em 3 anos atrás

Redução na Taxa de Juros no Empréstimo Consignado

Por Luiz Fernando Ribeiro Pereira

Muito se falava sobre a redução na taxa de juros no Empréstimo Consignado e o Governo anunciou nesta última segunda-feira, 03 de Abril, um pacote de redução. Esse pacote limitará a taxa máxima para empréstimo consignado e cartões de Crédito. Conheça mais sobre a redução de juros no empréstimo consignado e suas vantagens agora!

Redução na Taxa de Juros + Vantagens

Veja como ficou:

  • Empréstimo Consignado: Taxa Máxima de 2,14% a.m
  • Juros do Rotativo do Cartão de Crédito Consignado: 3% a.m

Pacote de Incentivo a Classe Média

O Governo, vendo a classe média tomada por juros e a economia estagnada devido ao grande grau de endividamento, reduziu a taxa de juros cobrada pelas instituições financeiras na modalidade consignado.

A ideia é que o cidadão busque o crédito consignado a fim de trocar juros maiores por juros menores.

Ainda pode haver mudanças

Uma outra medida divulgada nos bastidores é em relação ao prazo. Diante disso, foi estudada a possibilidade de alongar para 120 (cento e vinte) meses para pagar.

Categorias como os Servidores Federais estão aguardando um prazo maior ainda que seria de 130 (cento e trinta) meses para pagar.

De certo mesmo, é que essa definição em relação aos prazos possa ocorrer ainda esta semana. Sem dúvida é mais uma medida do governo em reter a recessão e conter o endividamento da família brasileira.

Mudança Imediata

Para quem está buscando um empréstimo consignado hoje, certamente já percebeu que os juros caíram. Isso já é uma realidade.

Muitas pessoas me perguntam no blog sobre Refinanciamento e Portabilidade e se a redução da taxa de juros iria interferir nestes produtos também. A resposta é SIM.

Quem tem Contratos em andamento podem refinanciar já com as novas taxas de juros.

O mesmo ocorre para os clientes que desejam portar seus contratos, pois eles poderão se beneficiar com a taxa de juros menores.

Refinanciamento

O Refinanciamento nada mais é do que uma conta básica de matemática:

(Valor atual do contrato) – (Saldo devedor) = Valor a liberar ao cliente

Ou seja, se o valor do contrato anterior estava baseado em uma taxa de juros de 2,4% e agora está baseado em uma taxa de 2,14%, o valor do contrato atual será maior.

O contrato atual sendo maior sobra mais dinheiro para o cliente, uma vez que o saldo devedor não muda.

Portabilidade

A portabilidade atende a mesma regra que o Refinanciamento. O que muda é que quem paga o saldo devedor é a instituição para aonde está se portando o contrato.

Devo Refinanciar ou Portar meus Contratos Então?

O que recomendamos é que sempre recorra ao crédito consignado quando for necessário. E não é porque a taxa de juros caiu que você tem que refinanciar seus contratos. Faça isso quando necessário.

Pessoalmente, eu aguardaria até que seja definido a questão prazo, até porque existe uma chance muito grande desta semana ainda o prazo também mudar, o que daria uma margem ainda maior para você, porque aumentando o prazo aumenta o valor liberado também.

Cuidados Especiais a se tomar

Entenda que ao alongar seu empréstimo consignado o total a prazo ficará maior também, não ache que será diferente.

Outro fator importante é que ao alongar seu contrato para 120 meses por exemplo, o prazo para refinanciar ele depois será mais longo, em média 36 parcelas pagas para poder refinanciar.

É verdade que ainda estamos aguardando uma definição nas regras de prazos. No entanto, como é dada como certa essa mudança, recomendamos que se possível só a utilize caso seja extremamente necessária.

Entendemos que a redução na taxa de juros do empréstimo consignado é uma vitória sim, mas deve ser utilizada com muita cautela.

Você sabia que o Portal Consignados é especialista em empréstimo consignado?

Com mais de 17 anos no Mercado de Empréstimo Consignado e com uma equipe treinada para lhe auxiliar na melhor decisão, no entanto o Portal Consignados trabalha em parceria com diversos bancos para lhe oferecer sempre o melhor negócio.

Luiz Fernando Ribeiro Pereira

Há 17 anos no mercado de crédito, se especializou em empréstimo consignado, politicas de crédito, crédito consciente e Marketing Digital, co-fundador do portal consignados.com.br

Ver comentários

  • Tenho um consignado de parcelas de $323 no banco Bradesco, faltam 37 parcelas para quitar, com a redução dos juros pelo governo, é possível pedir a redução dos juros das parcelas restantes? Ou pegar essa diferença dos juros antigo pra esse atual em dinheiro?

    • Acredito que tenha entendido errado, a redução na taxa de juros é para novas contratações ou no caso de fazer uma portabilidade, os contratos celebrados anteriormente não sofreram alterações nem as instituições deverão devolver em forma de crédito a diferença entre as taxas.

  • Luis,bom dia você tem um ideia de qual candidato a presidente que possa ajudar a gente nesse aumento de parcelas pro ano que vem,confio na sua opnião obrigada tchau fique com Deus.Cristina.

    • Esse que ganhou é que não foi,esse miserável fez foi tirar mais 8 reais do salário mínimo

  • Sou pensionista tenho emprestimo banco brasil parcela de 72 x167 como dimunuir fiz rio janeiro ,gdo morava la hj moro sp.Luiz inns tranferiu receber banco Bradesco sp.
    quero revisão do contrato tenho empréstimo bmg.121.00 ;70x tbm sem experiencia tenho duvida juros e mto alto

  • Boa tarde,Luis Eu gostaria de saber se tem uma novidade sobre o aumento dos consignados?Obrigada,tchau!

  • boa tarde Luiz
    Tenho um empréstimo consignado de 48 parcelas,na caixa, ainda falta 8 parcelas pra terminar, li hj que a taxa selicesta baixa...Eu posso renegociar o valor das parcelas,para ficarem mais baixas?

    • Pode sim Andre, é o recomendado inclusive, caso tenha interesse por favor solicite pelo site

  • Boa Tarde!
    Tenho um consignado da CEF de 60 meses. Recebi uma proposta de portabilidade há 30 dias (+/-) me oferecendo juros reduzidos e troco de R$5.800,00. Vc poderia me informar, pelo mercado de hj, se seria vantagem eu fazer uma renegociação com a CEF ou se atualmente há uma instituição no mercado que ainda ofereça esta proposta? Se sim, qual instituição?
    Agradeço a atenção!
    Maurício Machado

    • Atualmente o Safra tem as melhores condições para Portabilidade a Caixa tem juros pequenos mas é um banco muito amarrado

      • Obrigado pela resposta! Tudo bem, se fizer a portabilidade vou procurar o SAFRA mas, seria melhor eu fazer a portabilidade ou tentar renegociar com a CEF e, renegociando com a CEF vou receber algum dinheiro de volta? Agradeço pela atenção!

        • Maurício está fazendo correto, o primeiro passo é simular valores na portabilidade e em seguida confirmar no seu banco se no Refinanciamento o valor compensa mais que na portabilidade.

  • sou funcionária publica e fiz em 2014 um refinanciamento com o Banco do Brasil, a uma taxa de 1,57%, com o prazo de 96 meses, já paguei uma boa parcela. Fui tentar fazer uma portabilidade pela caixa econômica para 96 seis meses os valore ficaram maiores, por conta do seguro prestamistas,mas eu não aceitei porque este seguro não é obrigatório. O que vocês podem dizer sobre este assunto?

    • Pode solicitar o cancelamento se não for um seguro prestamista acordado na ocasião da contratação, mas por determinação do banco central toda e qualquer venda casada é proibido sim

  • luiz tenho 6 contratos com o bmg estou doido para sair desta porcaria de banco todos os meus contratos saõ de 72 vezes gostaria de fazer a portabilidade voçe medaria uma dica para qual banco tem o juros menfazeror o bmg estou pagando 2.14 para fazer a portabilidade

  • Luiz Fernando tem alguma novidade sobre o aumento de parcelas?Obrigada fique com Deus.

    • Por enquanto estamos aguardando o pacote economico que preve tais mudanças

  • Luiz, Parabéns pelo trabalho!
    Gostaria de saber, com estas reduções da taxa Selic é provável que os bancos diminua a % de comissão aos correspondentes

    • Obrigado Flávio, olha se tiver alteraçao na taxa de juros do empréstimo consignado eu acredito que haverá redução sim, mas geralmente a SELIC não interfere nesta modalidade de crédito até porque ela serve como parametro apenas para o mercado financeiro em geral, como os bancos calculam também o risco, não vejo relação

Leave a Reply

You have to agree to the comment policy.