(11) 2626-6000

          O SIAPE anunciou que Planos de Saúde serão debitados da margem dos 30% (trinta por cento). Essa margem é utilizada para calcular limite para empréstimos consignados. Atualmente, o servidor possui plano de saúde debitado da sua folha de pagamento. Este tem o valor da mensalidade do plano deduzida da margem dos 70% (setenta por cento).

          Agora, com a nova regra terá deduzido da margem dos 30%. Contudo, esta mudança começa a valer a partir do dia 25/05/2016 e terá grande impacto sobre a margem pra empréstimos do servidores federais. Estamos acompanhando o decreto 8.690 para confirmar esta alteração na data acima mencionada.

          Planos de saúde serão debitados da margem

          Com a mudança do débito da mensalidade dos planos de saúde fazerem parte da margem dos 30% (trinta por cento), muitos servidores federais ficaram com sua margem negativa. Pior ainda, mais negativa do que já estava. Isso poderá afetar tanto as contratações de empréstimos novos quanto de operações de refinanciamento e portabilidade.

          Nessa semana, alguns bancos já sinalizaram a paralisação de operações de portabilidade. Eles estão com medo de não conseguirem fazer a reserva da parcela devido a essa mudança. O servidor tinha a certeza que seu plano de saúde não iria interferir na sua margem dos 30%. Agora, o mesmo ficou surpreso em saber que tanto irá interferir quanto irá deixa-lo sem margem, ou pior, com a margem negativa.

          Em conversa com alguns servidores, muitos me confidenciaram que se sentiram enganados, pois não foi cumprido o que lhes havia prometido.

          Porque faz tanta diferença?

          Os servidores Federais há anos vem sofrendo com a desvalorização de seus salários. Isso devido a falta de reajuste e com a inflação. O fato é que a margem dos 30%,.ainda faz muita diferença. Se mantive-lá positiva, a mesma lhe dará a possibilidade de refinanciar seus contratos ou até mesmo fazer uma portabilidade de empréstimo consignado.

          Pessoalmente, tenho acompanhado a luta dos servidores. Muitos, já são meus amigos. Enfrentaram várias lutas e são uma categoria com muito engajamento. Os últimos governos vêm assolando e massacrando a categoria com diversas promessas não cumpridas. É um descaso fora do comum.

          Alternativa Emergencial

          Uma alternativa seria procurar seu plano de saúde e solicitar que seja retirado da folha o desconto da mensalidade do plano de saúde e que seja enviado um boleto bancário. Normalmente é assim que é feito nos planos de saúde convencional. Contudo, isso poderia sanar o problema, mas a pergunta que fica no ar é: Será que a operadora do plano de saúde irá aceitar?

          Tentamos procurar a operadora do plano para obter esta resposta, mas infelizmente não quiseram se pronunciar.

          Mais uma Luta a ser travada

          Igualmente ao empréstimo consignado, existe a possibilidade de seu fazer  a portabilidade de seu plano de saúde. No entanto, o único problema será conseguir no boleto, as mesmas condições e valores aos quais já vem pagando com desconto em folha no boleto bancário.

          Portanto, antes de qualquer coisa, faça essa análise, pois com saúde não se brinca. Ademais, estamos realizando um estudo junto nossa área jurídica para analisarmos se os planos de saúde serão obrigados ou não a mudar a forma de débito. Em caso do servidor solicitar, mas como de costume neste canal, contamos com vossa ajuda em mais uma luta.

          Você sabia que o Portal Consignados é especialista em empréstimo consignado?

          Com mais de 17 anos no Mercado de Empréstimo Consignado e com uma equipe treinada para lhe auxiliar na melhor decisão, no entanto o Portal Consignados trabalha em parceria com diversos bancos para lhe oferecer sempre o melhor negócio.

          Contrate seu empréstimo consignado clicando aqui

          Notícias Planos de saúde serão debitados da margem dos 30%