fbpx
(11) 2626-6000

          Tesouro Direto

          Tudo sobre Tesouro direto e suas Vantagens

          Em pleno 2019, a poupança ainda é a modalidade preferida do brasileiro para guardar economias. Mas você sabia que existem outros tipos de investimento tão simples e seguros quanto a poupança, mas que pagam muito mais? O Tesouro Direto é o principal deles.

          Neste texto, você entenderá por que o Tesouro Direto é melhor do que a poupança. E vai descobrir que, se você puder guardar seu dinheiro por uns 2 anos, seu rendimento vai ser muito maior do que a velha caderneta. Mas que, se dispuser de mais tempo, aí então verá seu dinheiro dobrar ou até triplicar.

          Vale dizer que este post é o primeiro de uma série que vai tornar você um “expert em Tesouro Direto”. Por isso, fique atento para os próximos textos do blog!

          Neste texto, você aprenderá:

          • O Tesouro Direto rende mais do que a poupança
          • Seu dinheiro está seguro no Tesouro Direto
          • O Tesouro Direto paga mais que os CBDs, LCIs e LCAs
          • No Tesouro Direto, você pode tirar seu dinheiro antes do prazo

          Preparado para conhecer o “segredo” do Tesouro Direto que faz seu dinheiro render de verdade? Vem comigo!

          O Tesouro Direto rende mais do que a poupança

          Durante o ano todo de 2018, a poupança pagou 4,62%. Ou seja, quem tinha R$ 10.000 em janeiro, acabou o ano com R$ 10.462. Mas a inflação no mesmo período foi próxima de 3,69%, ou seja, tirando a inflação, essa pessoa teria um rendimento de só R$ 93, equivalente a 0,93%.

          O mesmo valor, se estivesse aplicado em um título de Tesouro Direto prefixado de dois anos, renderia cerca de 7,33% ao ano. Como se trata de um título de 2 anos, o Imposto de Renda (IR) sobre ele seria de 15% do rendimento.

          Ou seja, de R$ 109,95. Em resumo, mesmo pagando o IR, a pessoa teria obtido um lucro de R$ 254,05, duas vezes e meio o da poupança!

          Eu escolhi o prefixado de dois anos para comparar, mas ele nem é o título de Tesouro Direto que paga o maior juro. Se você dispuser de um prazo maior, por exemplo, 10 anos, poderá escolher um título que pague 9,04% ao ano.

          Se quiser tirar a prova, veja na página oficial do Tesouro Direto todos os títulos disponíveis e aproveite para calcular o que melhor se encaixa no seu plano de investimento! Como você pode ver, não existe um título com prazo menor do que 2 anos. Porém, se você precisar, pode retirar antes o seu dinheiro ou parte dele. Logo abaixo explicamos direitinho.

          Seu dinheiro está seguro no Tesouro Direto

          Comprar um título do Tesouro Direto significa emprestar dinheiro para o governo do Brasil. Não para “um governo” – como Dilma ou Bolsonaro -, mas sim para o estado brasileiro, a União. Ou seja, trata-se de um órgão mais forte que qualquer banco ou financeira.

          Vale dizer que a dívida brasileira é bem controlada e esse investimento é considerado por muitos o mais seguro do mercado. Até mais do que a poupança e os CDBs e LCAs da vida.

          O Tesouro Direto paga mais que os CBDs, LCIs e LCAs

          Os juros que os bancos pagam nos nossos investimentos são, em grande medida, determinados pela SELIC, que é a taxa básica de juros, determinada pelo Banco Central do Brasil a cada 45 dias. Existe uma outra taxa, chamada CDI, que é a taxa de empréstimos entre bancos. Na prática, ela tem um valor quase igual à SELIC.

          Os CDBs (Certificados de Depósito Bancário), por exemplo – que são o investimento de renda fixa mais comum oferecido pelos bancos – normalmente pagam um rendimento igual ou menor do que o CDI. Bancos menores, para conseguir mais clientes, costumam pagar um pouco mais, chegando a 110% ou 120% do CDI.

          O problema é que, mesmo um CDB com 120% apanha feio do Tesouro Direto, que em geral paga mais do que a SELIC. É só usar o mesmo link da página oficial que passamos acima e comparar.

          Muita gente defende ainda as LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) e LCAs (Letra de Crédito do Agronegócio) porque elas não pagam Imposto de Renda. O problema é que, sabendo disso, os bancos emissores pagam juros ainda menores, fazendo com que essas letras não compensem para os investidores.

          No Tesouro Direto, você pode tirar seu dinheiro antes do prazo

          Mas, e se você tiver optado por um título, por exemplo, de 4 anos e, aos 2 anos precisar tirar o dinheiro para uma emergência? Neste caso, você poderá vender os títulos de volta ao governo no dia que decidir, pelo preço que ele estiver sendo comprado no dia.

          Se for fazer isso, só fique atento às taxas. O Imposto de Renda sobre o rendimento é maior para as aplicações mais curtas. Já a taxa da BM&FBovespa só pode ser descontada se o investimento tiver pelo menos 12 meses.

          Ajude seu dinheiro a render mais!

          Deu pra ter uma boa ideia de que o Tesouro Direto é um investimento melhor do que a poupança, melhor que a maioria dos CBDs e ainda com máxima segurança? Tenho certeza que sim!

          No próximo texto, vamos te ensinar como conhecer o seu próprio perfil de investidor. É esse conhecimento que vai te dar base para escolher os melhores investimentos entre os vários títulos do Tesouro Direto e outros, como letras de câmbio e ações. Aguarde e confira!

          Investimentos Tesouro Direto