In Dúvidas

Tutelado não pode realizar empréstimo consignado, a resposta é simples, mas gostaríamos de explicar melhor, mas pra isso o primeiro passo é entender melhor o que é tutela, e porque o tutelado não pode realizar empréstimo consignado, para isso, continue lendo.

Definição de tutelado

Tutelado é um representante do segurado do INSS que por motivos de força maior não pode tomar decisões sozinho, abaixo iremos listar alguns casos onde a tutela é concedida no INSS:

  • Portador de deficiência física
  • Portador de deficiência mental
  • Menores de 18 anos

Nos casos acima citados, o beneficiário não tem condições de se representar, por isso estabelece um tutor, que geralmente é um parente de maior grau, como pai, mães ou irmãos maiores de 18 anos.
Nestes casos o tutor através de documentos comprobatórios e decisão judicial passa a receber em seu nome o beneficio do segurado, contudo com a exclusiva finalidade de cuidar dos interesses cívicos do tutelado, aos quais a própria constituição determina como direitos básicos a moradia, saúde, educação e etc.

Fonte Legal

Através do decreto de  Nº 7.617, de 17 de Novembro de 2011, foi estabelecido as regras bem como os direitos e deveres dos tutelados e seus representantes.

Qual Alternativa para os Tutelados

Entendemos que em muitos casos o empréstimo consignado nestes casos é justamente para atender a necessidade especial do beneficiário, contudo existe um regulamento interno bem como portarias e leis que impedem o banco conceder crédito. A alternativa seria procurar o Banco aonde se recebe o beneficio e solicitar um crédito pessoal ou empréstimo com débito em conta, mas o contratante será o tutor uma vez que o tutelado não está qualificado legalmente para contratar empréstimos, ter conta em banco ou fazer financiamentos.

Em alguns casos o beneficiário pode utilizar alguns programas do governo para aquisição de bens, vamos destacar abaixo alguns exemplos:

Automóveis

uma das exigências para ter acesso ao desconto é que o representante não poderá ter dívidas com a receita federal, para ter direito ao desconto deverá comparecer a uma das unidades da receita federal e apresentar os seguintes documentos:

  • Laudo médico que comprova o tipo de deficiência
  • Comprovação de disponibilidade financeira ou patrimonial para fazer frente aos gastos com a aquisição e a manutenção do veículo a ser adquirido
  • Cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Comprovante de residência
  • Cópia da CNH de todos os condutores autorizados (no máximo três)
  • Documento que comprove a representação legal, se for o caso

Remédios

O governo juntamente com o ministério da Saúde criaram o programa Farmácia Popular que estendeu a redes privadas, com alguns remédios a preços bem baixos e alguns medicamentos sem custo ao consumidor, este programa está voltado a pacientes com diabetes ou hipertensos, mas alguns laboratórios aderiram a ideia e com apenas um cadastro via telefone é possível ter descontos de até 80% em alguns medicamentos.

Se programe bem antes:

  • faça uma lista de medicamentos utilizados
  • acesse o portal da farmácia popular
  • Realize seu cadastro
  • Pesquise outros laboratórios
  • Não se esqueça dos genéricos

Reflita

Muitas vezes a melhor forma de resolver um problema financeiro é fazer uma reflexão muito sincera de seu orçamento familiar, o que inclui pesquisar preços, ajustar contas e buscar novas alternativas, mas sabemos que nem sempre é possível, caso este seja o caso, as opções de crédito pessoal e debito em conta talvez seja a alternativa.

 

Luiz Fernando R Pereira
Há 17 anos no mercado de crédito, se especializou em empréstimo consignado, politicas de crédito, crédito consciente e Marketing Digital, co-fundador do portal consignados.com.br
Artigos Recomendados

Deixe um comentário

68 Comentários em "Tutelado pode fazer empréstimo consignado?"

Notificar de
avatar
500
Sort by:   newest | oldest | most voted
karine
Visitante

Sendo a representante do meu filho não consigo fazer empréstimo em nenhum banco ou em agencias como BMG crefisa?? Tem algum valor q eles autorizam ou não pode se fazer de forma alguma

wilian
Visitante

ola! bom dia
tenho uma sobrinha que recebe beneficio por morte do seu pai,ela tem 4anos sera que a mae dela consegue fazer um financiamento habitacional no nome da filha dela .se poder oque eu devo fazer para conseguir o financiamento.

Rosi
Visitante

Olá!! Se eu fizer um empréstimo pessoal e não conseguir pagar, pode ser descontado da pensão q minha filha menor recebe por morte do pai dela???

Suély Santos
Visitante

Olá!! Meu pai faleceu e eu recebo pensão por morte. Acabei de completar 18 anos e queria fazer um consignado, nesse caso, eu consigo? Já tentei no banco onde recebo meu benefício e não consegui. Tentei em um outro lugar, e disseram que só após os 21 anos. É verdade isso?

ANA KARLA FEITOSA
Visitante

O PAI DA MINHA FILHA FALECEU E NÃO ERAMOS CASADOS, POSSO FAZER EMPRÉSTIMO E FINANCIAMENTO COM A PENSÃO POS MORTE DAS MINHAS FILHAS.

Cristiane França andrade
Visitante

quis dizer amasiada desculpe ai

Cristiane França andrade
Visitante

fui amassada durante treze anos meu marido faleceu a três anos meus filhos menores recebem pensão por morte no Inss falaram que vão receber até completar os dezoito porque eu convivi treze anos com ele não tenho direito a pensão não consigo fazer nem um empréstimo

Loivane
Visitante

Boa noite gostaria de saber se posso fazer empréstimo ,recebo pensão por morte,a mesma esta em meu nome e de meu filho

Andressa Cristina Lima Santos
Visitante

Boa noite, me tira umas duvidas por favor… Desde os 2 anos meu pai faleceu e eu recebo pensão por morte, agora sou maior de idade. Tenho direito ou não a o acesso ao dinheiro por mim mesma, ou o dinheiro vai ficar sempre sendo controlado por minha tutora, no caso, minha mãe? Creio que a partir dos 18 anos eu mesma posso ir ao banco, com o cartão e senha e retirar o dinheiro, ou não? Lembrando que tenho uma conta no meu nome. E tem como eu mudar a senha do cartão? Como faço? Desde ja obrigada!

Ellen Oliveira
Visitante

Olá obrigada pela informações mas preciso tirar uma dúvida,há 08 anos meu marido faleceu e então dei entrada no inss e solicitei a pensão e lá na hora o atendente queria colocar no meu nome mas eu não aceitei,decidi colocar no da nossa filha lembro que até citei que não era casada no civil com ele mas o atendente me informou que não havia problema porque vivíamos juntos,enfim hoje me arrependi e queria saber se consigo passar pra o meu nome mesmo depois de tantos anos?

wpDiscuz
0

Start typing and press Enter to search