(11) 2626-6000

Infelizmente quem é procurador não pode fazer empréstimo consignado! Mas calma. Aliás, vamos explicar melhor este assunto, mesmo porque “não”, não é resposta.

Entendendo porque existe um procurador

Procurador é aquele que representa alguém, ou seja, toma decisões, movimenta contas bancárias, decide assuntos pessoas. Através de uma procuração lavrada em cartório, as condições desta representação são definidas de forma bastante clara e objetiva conforme o código civil brasileiro no artigo 654.

Só existe procurador em situações especiais, as quais vamos destacar algumas:

  • Incapacidade Intelectual
  • Incapacidade Motora
  • Idade Avançada
  • Comodidade

Portanto só existe um procurador para que terceiros possam tomar decisões por motivos de força maior. Por exemplo: Imagine uma pessoa que tenha sofrido um acidente ao qual o impossibilitou de se locomover. Neste caso, um procurador poderá auxilia-lo, sendo o seu representante em bancos, órgãos públicos e etc, possibilitando que mesmo impossibilitado, tem alguém cuidando de seus direitos e deveres.

Se minha procuração é válida, porque não posso contratar empréstimo consignado?

O empréstimo consignado tem regras específicas por parte do convênio e por parte do Banco. Contudo, a politica de crédito é determinado pelo banco e, apesar da procuração lhe dar poder para contratar, muitas instituições financeiras optam por não aceitar procuradores. Alguns motivos são:

  • Incapacidade do cliente
  • Dolo Familiar
  • Contratação não consensual
  • Brecha Legal
  • Risco da Operação

Incapacidade do cliente

Muitas vezes o que leva o cliente a ter um procurador é a incapacidade por motivos motores ou intelectuais aos quais o levaram a ter uma pessoa que a represente. Ademais, nestes casos o segurado não possui condições de decidir sobre o certo e errado, se é necessário ou não fazer um empréstimo consignado. Por mais que seja necessário, o cliente não pode decidir.

Dolo Familiar

Quando existe a figura de um procurador existe uma questão familiar, ou seja, o procurador geralmente é alguém de grau de parentesco mais próximo. Isto não significa que em um futuro próximo essa procuração que tem prazo de validade não mude, e seu novo procurador conteste as condições do empréstimo alegando que o cliente foi enganado ou até mesmo roubado. No entanto, por esse motivo o risco aumenta em muito.

Contratação não consensual

Mesmo o procurador tomando a frente da negociação o cliente deve estar plenamente ciente do que se passa, e muitas vezes não é o que acontece, abrindo a chance de contestação referente ao empréstimo.

Brecha Legal

Legalmente só pode contratar um empréstimo quando o cliente possui ciência dos fatos. O mesmo precisa estar apto intelectualmente para entender as condições de um empréstimo sendo ou não representado por alguém.

Risco da Operação

Todos os fatores acima citados elevam em muito o risco para o banco em liberar crédito através de procuração, o que leva a muitas instituições financeiras a optarem a não liberar para procurador.

Você sabia que o Portal Consignados é especialista em empréstimo consignado?

Com mais de 17 anos no Mercado de Empréstimo Consignado e com uma equipe treinada para lhe auxiliar na melhor decisão, no entanto o Portal Consignados trabalha em parceria com diversos bancos para lhe oferecer sempre o melhor negócio.

Contrate seu empréstimo consignado clicando aqui