(11) 2626-6000

          Passo a Passo Portabilidade de forma simples e prática você fica sabendo aqui no portal consignados. Devido a muitas perguntas sobre portabilidade, decidi escrever um artigo explicando como funciona o passo a passo portabilidade, e espero que ajude!

          Passo a Passo Portabilidade – As 5 etapas

          A portabilidade consiste em 5 etapas:

          • Solicitação do DED (Boleto eletrônico solicitado pelo banco que está portando seu contrato).
          • Pagamento do DED e conciliação por parte do banco portado.
          • Baixa do Contrato
          • Inclusão do Contrato
          • Refinanciamento

          É importante entender que em para cada etapa, existem prazos a serem percorridos e critérios a serem atendidos. Justamente por isso que vamos explicar cada etapa de forma bem simples e objetiva para você.

          Solicitando o DED

          Ao solicitar uma portabilidade, o primeiro passo é realizado pelo banco que está portando a sua dívida. Funciona da seguinte maneira. Por exemplo:

          • Solicita-se um boleto para a quitação da dívida e é recolhido uma taxa para efeito de compensação ao banco portado.
          • Esta taxa recolhida fica a cargo do banco que estiver portando não podendo ser repassado ao cliente.
          • O Banco portado tem 5 (cinco) dias úteis para emitir o DED
          • O Banco portado tenta durante os 5 (cinco) dias úteis convencer o cliente a permanecer no banco.

          Muitas vezes este prazo de 5 dias úteis extrapola porque a primeira tentativa do banco portado é desqualificar a operação alegando que existem erros. Isso ocorre porque ao solicitar o DED, é necessário informar o número de contrato, prazo inicial e final, além de outras informações.

          Na maioria das vezes, as informações são colocadas de forma correta. Infelizmente “Brasil”, é duro isso mas na prática funciona assim.

          Pagamento do DED

          O pagamento do DED é realizado pelo Banco que estiver portando sua dívida. Ao faze-la, leva em torno de 48 horas para o banco que foi portado enxergar o pagamento e iniciar o processo de baixa junto ao seu convênio.

          Na prática leva as 48 horas mesmo, pode acreditar! Contudo, deveria haver um entendimento por parte do banco que em menos de duas horas e com boa vontade, já se conseguiria acusar o pagamento.

          No entanto, existem instituições que fazem questão de não enxergar mesmo após as 48 horas. Contudo, neste caso o seu querido agente de crédito, correspondente e até o banco tem que implorar para baixar no sistema do banco portado.

          Baixa do Contrato

          Feito o pagamento e, após o banco portado finalmente ter enxergado, dará início a baixa do seu contrato. Ademais, dependendo do convênio, poderá levar até 7 dias úteis.

          Pode acreditar que leva 7 dias ou mais.

          Inclusão do Contrato

          Finalmente, após a baixa do contrato, o banco que portou fará a inclusão do seu contrato com as mesmas condições que estava no banco anterior.

          Por Exemplo:

          Se a parcela era de R$ 100,00 e você já havia pago 36 de 72, seu contrato vai para o banco que está portado com as mesmas condições.

          Refinanciamento

          Uma vez portado, só libera crédito para o cliente refinanciando este contrato. Aonde voltaria para o prazo máximo permanecendo o mesmo valor de parcela.

          Utilizando o exemplo acima, seu contrato portado com parcela de R$ 100,00 com 36 de 72 pagas, ficaria com o mesmo valor de parcela de R$ 100,00 , porem com 0 de 72 parcelas pagas.

          Conclusão do Passo a Passo Portabilidade

          Muitos clientes são abordados diariamente com a proposta que uma portabilidade vai resolver todos os problemas financeiros. No entanto, essas propostas prometem que irá reduzir drasticamente os juros, mas não é verdade.

          O passo a passo da Portabilidade vai fazer você entender os prazos que levam para a liberação do crédito. No entanto, se alguém lhe prometer em menos tempo, duvide. Infelizmente, neste meio não existem milagres.

          A portabilidade reduz os juros SIM na maioria das vezes, mas tome cuidado! Contudo, estamos falando em redução, por exemplo de 2,3% para 2,14% ou 1,9%, e varia muito. No entanto, na prática o que o cliente recebe de troco não é tão diferente de se refinanciar seu contrato no Banco Atual.

          Contudo, a portabilidade é muito bacana em situações que a politica de crédito do banco não lhe atende mais, ou que seu contrato é antigo e celebrado em taxas superiores a 2,3%.

          Primeiramente, antes de optar por uma portabilidade consulte seu banco sobre o Refinanciamento e faça uma pesquisa antes. Se o banco que está portando seu contrato tem condições no futuro em refinanciar seus contratos.

          Você sabia que o Portal Consignados é especialista em empréstimo consignado?

          Com mais de 17 anos no Mercado de Empréstimo Consignado e com uma equipe treinada para lhe auxiliar na melhor decisão, no entanto o Portal Consignados trabalha em parceria com diversos bancos para lhe oferecer sempre o melhor negócio.

          Contrate seu empréstimo consignado clicando aqui

          Dúvidas Passo a passo Portabilidade de Empréstimo Consignado – Entenda aqui