fbpx
(11) 2626-6000

          Organização da Seguridade Social

          Veja nesse post como ocorre a Organização da Seguridade Social!

          O papel da Previdência social no Brasil é de vital importância para entender a organização da Seguridade Social. Contudo, este artigo ajudará a você contribuinte a tomar as decisões pertinentes a respeito de sua aposentadoria.

          A Seguridade Social depende de um conjunto de ações de poderes públicos e da sociedade nas área de saúde, previdência e assistência social. No entanto, apesar de não haver uma disciplina adequada do que a legislação chama de Sistema Nacional de Seguridade Social (Lei 8.212/91, art.5º), existe certa estrutura administrativa que tem por atribuição, executar politicas no âmbito da segurança social.

          Precisando de Empréstimo Consignado?

          Organização da Seguridade Social

          A estrutura da Seguridade Social é feita da seguinte forma:

          • Conselhos Setoriais de Previdência (CNPS)
          • Conselho Nacional da Saúde (CNS)
          • Conselho Nacional da Assistência Social (CNAS)
          • INSS
          • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC)
          • DataPrev
          • Central de Medicamentos (CEMI)

          Dentro da estrutura do Poder Executivo, os ministérios da área social são os responsáveis pelo cumprimento das atribuições que competem a União em matéria de Seguridade Social.

          Ministérios da Seguridade Social

          Se tratando de uma das maiores conquistas do povo brasileiro e de forma que haja uma proteção a tal conquistas, vários ministérios atual diretamente nas políticas e regras da Seguridade Social, os quais destacamos:

          • Ministério do Trabalho e Previdência Social
          • Ministério da Saúde
          • Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome

          Instituto Nacional do Seguro Social

          O Instituto Nacional do Seguro Social é uma autarquia federal vinculada ao ministério do Trabalho. Contudo, o INSS foi instituído com base na Lei. 8.029 de 12/04/1990 tendo como atribuições as seguintes funções:

          • Conceder e manter os benefícios e serviços previdenciários;
          • Emitir Certidões relativas a tempo de contribuição perante o RGPS;
          • Gerir os Recursos do Fundo do Regime Geral de Previdência Social;
          • Calcular o montante das contribuições incidentes sobre a remuneração e demais rendimentos dos trabalhadores, pelos empregadores, domésticos e pelas empresas com vistas a concessão ou revisão de benefício requerido.

          Ademais, com a Lei 11.457/2007 o INSS foi transferido do Ministério da Previdência Social para a Secretaria da Receita Federal do Brasil, órgão este subordinado ao Ministério da Fazenda.

          Conselho Nacional da Seguridade Social – CNSS

          O CNSS foi extinto pela medida provisória n. 1.799-5/99. No entanto, era um órgão superior de deliberação colegiada, composto por representantes da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e da sociedade civil.

          Conselho Nacional de Previdência Social – CNPS

          O CNPS é um órgão de deliberação colegiada, composto de representantes do Governo Federal e da sociedade civil, num total de quinze (15) membros, conforme previsto no art. 3º da Lei n. 8.213/91, divididos da seguinte maneira:

          • (6) Seis Membros Representantes do Governo Federal
          • (9) Nove Membros Representantes da sociedade civil
          • (3) Três Membros Representantes dos Aposentados e Pensionistas
          • (3) Três Membros Representantes dos Trabalhadores
          • (3) Três Membros Representantes dos Empregadores

          As indicações dos Membros dos Aposentados e Pensionistas, Trabalhadores e Empregadores são realizadas através das centrais sindicais e confederações nacionais, conforme art. 3º, § 2º, da Lei n. 8.213/91.

          Conselho de Previdência Social – CPS

          O Conselho de Previdência Social tem previsão no art. 296-A do Regulamento da Previdência Social, sendo representado por representantes do Governo e da Sociedade.

          Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS

          O CNAS é o órgão da administração pública federal responsável pela coordenação política Nacional da Assistência Social. Contudo, é composto por 18 membros.

          Criado pela Lei n. 8.742/93 tem como objetivo a participação do Governo e da sociedade civil de forma igualitária, descentralizada e participativa.

          Conselho Nacional de Previdência Complementar – CNPC

          O CNPC é o órgão com função de regular o regime de previdência complementar operado pelas entidades fechadas de previdência complementar. Contudo, é presidido pelo Ministro da Previdência Social e composto por:

          • Representantes da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC);
          • Secretaria de politicas de Previdência Complementar (SPPC);
          • Casa Civil da Presidência da República;
          • Ministérios da Fazenda e do Planejamento;
          • Orçamento e Gestão;
          • Entidades Fechadas de Previdência Complementar;
          • Patrocinadores e Instituidores de planos de benefícios das entidades fechadas de Previdência complementar e dos participantes e assistidos de Planos de benefícios das referidas entidades.

          Conselho de Recursos da Previdência Social – CRPS

          O CRPS é um órgão de controle jurisdicional das decisões do INSS, nos processos referentes a benefícios a cargo desta autarquia.

          Ademais, o CRPS é também um tribunal administrativo que tem por atribuição solucionar no âmbito não judicial, os conflitos entre a Autarquia Previdenciária e os beneficiários do Regime Geral da Previdência Social.

          Conselho Administrativo de Recursos Fiscais – CARF

          O CARF faz parte da estrutura do Ministério da Fazenda, constituído por seções e pela Câmara superior de Recursos Fiscais, foi pela medida provisória n. 449, de 3.12.2008, convertida na lei n. 11.941/2009, para atuar com atribuição de julgar recursos de oficio voluntários de decisão de primeira instancia, bem como recursos de natureza especial.

          Considerações Finais

          Contudo, apesar de problemática e muitas vezes temos a sensação que a Seguridade Social no Brasil é engessada. No entanto, sua estrutura organizacional é muito complexa e idealizada a fim de ter a participação de todos os envolvidos, seja o contribuinte ou o empregador, o Governo ou as centrais sindicais.

          Contudo, ao entender sua estrutura, notamos que os problemas são mais políticos do que administrativos e sua função em nossa sociedade é fundamental para as gerações passadas e futuras.

          O Portal da Previdência social poderá lhe orientar com relação a diversos serviços ao cidadão.

          Seguridade Social

          Seguridade Social

          Você sabia que o Portal Consignados é especialista em empréstimo consignado?

          Com mais de 17 anos no Mercado de Empréstimo Consignado e com uma equipe treinada para lhe auxiliar na melhor decisão, no entanto o Portal Consignados trabalha em parceria com diversos bancos para lhe oferecer sempre o melhor negócio.

          Avaliação Gratúita de seus Limites de Crédito

          Dúvidas Organização da Seguridade Social