Categorias: Dúvidas
| em 2 anos atrás

Empréstimo com garantia de imóveis para capital de giro

Por André Ruston

Empréstimo com garantia de imóveis tem ajudado a muitos consumidores deste produto a fazer um capital de giro barato e inteligente, ao longo deste post vai peceber como, por isso, recomendo que leia atentamente até o final!

Diga rápido: Quanto custa um capital de giro tradicional? E o cheque especial? Financiar um carro? Cartão de crédito? Desconto de duplicatas?

Parabéns! Você está no Brasil, terra dos juros mais altos do mundo, e dos impostos. Assim, parabéns pelos seus dois sócios majoritários: O governo e os bancos.

Infelizmente você é quem puxa a roda que moi o trigo, quem capina o terreno, quem quebra as pedras, no entanto, não é você quem fica com os lucros.

Segundo estudos oficiais, somando governos (entenda: Impostos), e bancos (leia: Juros), você pagará líquido mais de 70% do seu potencial de ganhos reais.

É o triste fim de Policarpo Quaresma, não é?Quase.

Ainda há esperança no fim do túnel, (e não é um trem vindo em sentido contrário).

Com a queda da SELIC uma operação “sob o radar” vagueia procurando heróis.

Pense comigo: Uma empresa para obter um milhão de reais em dinheiro de capital de giro em um banco qualquer… Terá que faturar ao ano entre 10 (sim, muito) e 15 (absurdo) milhões. E dar não uma e nem duas garantias, mas tudo.

Já uma pessoa física (que seja empresário), precisará de uma renda anual de 300 mil reais (infinitamente menos), é apenas uma garantia de imóvel.

É o que explica André Ruston, consultor certificado em empréstimos com garantia de imóveis:

“Pouca gente sabe, mas o CNPJ é algo que pode ser vendido, extinto, apagado. Portanto portanto o risco banco com operação via CNPJ é altíssimo. Já o CPF não pode ser transferido, é pessoal, e não
pode ser apagado, portanto eterno enquanto viva seu dono”.

Em uma operação de empréstimo com garantia de imóveis na pessoa física, o banco tem uma redução de riscos gigantesca. Assim, não só exige-se menos renda como aumenta-se o limite do aporte.

Compare quase 5% de desconto de duplicatas com 1,30% do empréstimo com garantia de imóveis.

Ou 10% ao mês do cheque especial e cartão de crédito.

A redução de juros é tão grande, que daria por exemplo, para quadruplicar os limites todos de uma pessoa, com o mesmo custo mensal.

No entanto você precisa saber escolher o banco!

Apesar da operação ser semelhante em todos os bancos, ela é apenas semelhante.

“Tirando o fato de ter um imóvel, e haver um empréstimo, o resto muda completamente de banco para banco”.

Sem orientação adequada, o cliente pode não saber contratar corretamente, colocar em risco a aprovação, e se aprovado colocar em risco sua saúde financeira de modo muito prejudicado.

“Ninguém gosta de descobrir que poderia ou ter captado mais dinheiro, ou pagar no mesmo tempo metade da parcela”— principalmente depois da alienação da garantia.

Assim, o melhor caminho é um especialista. Algo que nesse tipo de produto, jamais será caro.

André Ruston

Leave a Reply

You have to agree to the comment policy.