Consiga reduzir as taxas e impostos que você paga mensalmente para investir nos seus sonhos. Nos posts anteriores, mostramos o quão importante é se organizar para começar a economizar e também que o primeiro investimento que devemos fazer, é em nós mesmos.

Diante disso, tiramos a conclusão que para economizar, o mais importante não é o quanto você ganha, mas sim o que você guarda.

Nesse post, aprenderemos dicas de como reduzir as taxas e os impostos para obtermos melhores resultados e conquistarmos o que almejamos mais cedo, que é realização de todos os nossos sonhos e a independência financeira.

Como Reduzir as Taxas e Impostos?

Todos os produtos possuem uma taxa de impostos. Somos obrigados a paga-la se quisermos adquirir algo. No entanto, é possível reduzir tanto as taxas, quanto os impostos para poder investir em nós mesmos, nos nosso sonhos, no nosso futuro.

Falaremos separadamente abaixo de como reduzir os gastos com os 2 maiores vilões da economia:

  • Taxas
  • Impostos

Taxas

No post “Liberte-se dos mitos financeiros“, eu pedi para você, caro leitor, ter atenção com as taxas. No entanto, existe uma forma de pagar uma taxa menor e obter lucro. Essa forma se chama Fundo Mútuo de ações.

O fundo mútuo de ações é um conjunto de recursos administrado por um banco de investimento ou múltiplo, no qual distribui o resultado obtido proporcionalmente, dentro do número de cotas que cada cotista possui.

Contudo, existem duas regras fundamentais para se tornar um cotista no fundo mútuo de ações:

  • o investidor deverá ter no mínimo 51% de seu patrimônio aplicado em companhias abertas
  • o investidor não deverá aplicar mais de um terço em ações de uma mesma companhia

As taxas do fundo mútuo variam de 1 a 3%. Logicamente, um cotista que paga taxa de 1% terá um ganho bem maior do que aquele que paga taxa de 3%. É preciso estar de olhos bem abertos para não cair nas taxas abusivas. Fuja das altas taxas.

Impostos

Ao longo da vida, pagamos mais da metade de nossa renda nas exorbitantes taxas de impostos. É imposto de renda, imposto sobre vendas, imposto predial, entre outros.

Um fato alarmante é que, em média, aproximadamente um terço da renda que sobra após o pagamento dos impostos, será gasto para pagar os juros.

Como cidadãos brasileiros, devemos pagar os impostos para trazer mais dinheiro aos cofres públicos, contanto que esse dinheiro seja realmente usado para esse fim. Sou a favor que acabe com todos esses impostos que possuímos e que seja criado um imposto único.

Uma forma de reduzir os impostos que pagamos, é escolher qual imposto queremos pagar. Nessa hora você deve estar pensando que eu enlouqueci e se perguntando, mas como assim? Te explicarei.

Pense em uma resposta para a seguinte pergunta: Com que rapidez eu conseguiria conquistar meus objetivos financeiros?

Como investidor, você precisar conhecer e prestar atenção nos seguintes tipos de impostos:

  • Imposto Normal sobre rendimentos
  • Ganho de capital a longo prazo
  • Ganho de capital a curto prazo

Imposto Normal sobre rendimentos

É um imposto federal no qual você paga de acordo com a sua renda.

Ganho de Capital a longo prazo

É um imposto sobre os rendimentos que vale a pena se você mantive-lo por mais de um ano.

Ganho de Capital a curto prazo

É um imposto sobre os rendimentos que foram descartados antes de completar o período mínimo de um ano.

Considerações finais

É muito importante que você só gaste o que você guarda. Gerencie conscientemente os seus investimentos. Tome cuidado para não cair em uma armadilha com taxas abusivas.

É dever do Portal Consignados alertar você, caro leitor(a), sobre os perigos financeiros. É possível obter um bom lucro se fizer o investimento certo.