fbpx
(11) 2626-6000

Existem diversos mitos financeiros. Nesse post, desmistificaremos os mais comuns. Atualmente, as pessoas estão mais interessadas em fazer sensacionalismo do que passar a informação do jeito que ela realmente é. Apresentaremos situações corriqueiras que nos iludimos e, sem querer, permitimos ser enganados.

Albert Einstein já dizia que deveremos aprender as regras do jogo para nos tornarmos profissionais e jogarmos melhor do que os demais participantes.

Devemos ter cuidado, pois existem muitas pessoas que querem uma fatia da nossa riqueza e que não medirão esforços para alcançar esse objetivo.

Quando nosso negócio é um sucesso, nos vemos rodeados de muitas pessoas. Talvez algumas nem conheçamos. No entanto, quando nosso negócio passa por uma crise, essas pessoas se afastam e somente quem realmente se importa conosco é que permanecerá ao nosso lado.

Quais são os mitos financeiros?

Veja abaixo os principais mitos da área financeira que são implantados desde pequeno no nosso consciente, mas que não correspondem a verdade. Primeiramente iremos expor o mito para depois desmistificá-lo. Contudo, não se deixe enganar por ofertas que aparentam ser tentadoras, mas que depois se tornarão um pesadelo. Acompanhe!

Mercado de ações

. A maioria dos investidores decide colocar o dinheiro no mercado de ações. Mas isso é um risco? Como toda operação financeira, existe um risco sim. No entanto, conforme dito no início desse post, devemos conhecer as regras do jogo para poder jogá-lo.

Segundo dados estatísticos, o mercado de ações é o melhor investimento de longo prazo dos últimos 100 anos.

Só para você ter uma ideia do grande investimento a longo prazo que é o mercado de ações, se você tivesse investido nos anos 30, a quantia de R$1.000.000,00 (hum milhão de reais), hoje você teria um lucro de 130% sobre o valor do investimento.

Para investir na bolsa de valores e no mercado de ações, é preciso estar ciente que, diariamente existem diversos altos e baixos. Contudo, é preciso saber o momento exato para dar o lance e não perder dinheiro.

É possível sim obter um belo retorno do dinheiro investido em ações, basta conhecer as regras do jogo.

Atenção às taxas

O segundo mito financeiro que iremos expor aqui são as taxas. Pagamos taxas por tudo. Ademais, todos os produtos possuem a sua taxa inclusa no valor final. Seja centavos ou reais, precisamos saber exatamente quais são as taxas e qual é o valor que estamos pagando por elas.

Precisamos estar de olhos bem abertos para não cairmos em uma cilada comprando um produto por um determinado valor e, no final das contas, pagarmos outro.

Não caia nesse papo ilusório dos vendedores que oferecem taxas realmente baixas para depois acrescentar o valor real delas nas prestações.

Contudo, diversos vendedores inserem taxas fictícias para compras a prazo em seus produtos para então oferecerem um “desconto” quando o pagamento for realizado a vista.

O alto valor que pagamos de taxas são como punhaladas nas nossas costas.

Rendimentos

Tome muito cuidado com o investimento que você pretende fazer. Diversas empresas iludem o investidor a investir com eles, oferecendo lucros altos em um curto espaço de tempo.

Nossa dica é:

Pesquise empresas que sejam idôneas antes de fechar negócio para realizar seu investimento.

Teoricamente, o retorno médio seria o valor que você receberia pelos seus investimentos no decorrer do ano. Contudo, sabemos que essa não é a verdade. O valor do retorno médio nunca será uma representação verdadeira do que realmente ganhamos. O que importa mesmo é o retorno real.

Para calcular o seu retorno médio, você precisa saber qual foi o valor do seu investimento inicial pela taxa de juros diária ou mensal pelo período.

Exclusividade

Sabe aqueles vendedores que nos tratam com exclusividade e que “fazem de tudo” para nos ajudar? Pois bem, esse é o 4º mito que apresentaremos.

Muitas vezes, estamos só passeando por uma loja e observando os produtos que ela possui. De repente, chega um(a) vendedor(a), que primeiramente pergunta se estamos procurando um produto em específico e, depois já oferta alguns produtos, nos apresentando as novidades, não é mesmo?

Essas pessoas fazem com que nos sintamos especiais.

No fim das contas, acabamos comprando algo na loja, que as vezes, nem precisamos. Essa é uma tática de venda usada por quase todos os vendedores. Pela educação e poder de persuasão, acabam nos enrolando e fazendo com que compremos seus produtos.

Aposentadoria

Depois de tantos anos trabalhando e contribuindo para a Previdência Social, enfim chega a tão sonhada aposentadoria. É o momento de poder curtir a vida e desfrutar do merecido sossego. No entanto, não é bem assim.

Diversos fatores nos impossibilitam de alcançar a aposentadoria, como por exemplo:

  • Registro não reconhecido pela Previdência
  • Não ter atingido o tempo de contribuição mínima
  • Não ter atingido a idade mínima

De acordo com a nova Reforma Previdenciária, a pessoa que pretende se aposentar precisará, além de ter atingido a idade mínima, atingir também o tempo de contribuição mínima.

O Governo alega que está sem dinheiro para arcar com o pagamento de todos os benefícios que os aposentados já recebem, bem como o reajuste anual do valor desses benefícios.

Fundos ciclo de vida

Os fundos ciclo de vida são uma forma de investimento na qual o risco da operação vai diminuindo a medida que o investidor se aproxima da idade para se aposentar. O próprio investidor é quem definirá a “data” que irá se aposentar. Assim que você decide participar do ciclo de vida, essa data que foi por você escolhida, passará a ser sua meta.

Os fundos de investimento ciclo de vida começaram nos Estados Unidos. No entanto, estão conquistando cada vez mais adeptos no Brasil.

Já foi dito anteriormente que toda operação financeira possui um risco. É preciso conhecer as regras do jogo antes de mergulhar de cabeça. Não se engane achando que você se aposentará assim que a data escolhida chegar. Ela é apenas uma meta, um estímulo para que você alcance o seu maior objetivo.

Quem não arrisca, não petisca

O risco faz parte da vida. Tudo o que conquistamos existe um risco de ter dado certo ou não. No entanto, não devemos ir com toda a sede ao pódio, mas sim analisar bem o campo ao qual será pisado.

Um sábio investidor fará essa análise minuciosa do terreno. Primeiramente, ele protegerá o que já possui para depois ir ao ataque. E é assim que sempre deveremos agir. Temos que cercar o que já possuímos para que não o percamos, caso nosso investimento dê errado.

Considerações Finais

Nesse post, aprendemos que os mitos financeiros que são passados de geração em geração na verdade foram colocados por nós mesmos. É claro que precisamos tomar cuidado a cada passo que damos, mas também precisamos analisar todos os fatos antes de acreditarmos em tudo o que nos dizem.

O Portal Consignados espera tê-lo(a) ajudado a desmistificar essas crenças quanto a área financeira. Nós, seres humanos, não somos limitados, portanto, vamos prestar mais atenção em tudo o que acontece ao nosso redor e acreditar mais em nós mesmos.

Crédito Consciente Liberte-se dos mitos financeiros