fbpx
(11) 2626-6000

          Todo mundo gosta de estar bem vestido e bem calçado, não é verdade? Mas, claro que o conforto e segurança também são fundamentais. E eu vou te mostrar que é possível estar bonito, elegante, seguro e confortável com as dicas que utilizamos lá em casa.

          A primeira dica você tem que respeitar as suas limitações e estilo, ou de quem você cuida.

          É muito importante não se arriscar em modelos que você não esta acostumado, pois pode além de não se sentir bem, pode acontecer machucados, mau jeito, queda, enfim podemos evitar muitos desconfortos.

          Dicas de calçados – Prefira os flexíveis

          Uma dica bem legal é você procurar por calçados mais flexíveis, que se ajustam melhor no formato do pé. Vou citar algumas marcas mais conhecidas para você ter como referencia ou até mesmo busca-las na hora da compra como moleca, usaflex, piccadilly, anatomic gel, dentre outras marcas.

          Hoje podemos encontrar no mercado diversos produtos, diversas marcas, e isso é muito bom porque nos permite escolher o que se adapta melhor nos pés e bolso!

          Outra dica super importante é observar o solado do calçado, porque ele pode ser muito macio, confortável e lindo. Mas, se o solado for liso, isso é um grande perigo relacionado a queda. Sempre quando for comprar um calçado observe se ele possui um solado antiderrapante, assim você terá além de beleza e conforto segurança no calçado.

          Parece uma coisa simples, mais na minha experiência eu percebo que sempre passa batido na hora da compra.

          Conforto é tudo

          Mas Rê, o que devo observar para garantir que o calçado é confortável?

          Bom, primeiro verificar a estrutura interna do calçado. Normalmente ele tem um tecido de revestimento interno e, ao toca-lo, você percebe fofinho, e que em contato com o a pele não agride.

          Gosto muito de frisar os pontos que devemos procurar conforto e afastar bolhas e machucadinhos nos pés, que são eles, calcanhar, lateral dos pés, largura dos pés, altura do “peito do pé”, e o comprimento, claro. Na verdade, todo detalhe faz a diferença, pois isso observar todo o pé é fundamental.

          Quanto ao calcanhar é sempre importante observar principalmente para idosos e crianças a profundidade, para evitar que o pé fique saindo, e não se encaixe direito.

          Gosto sempre de frisar que para nossos idosos o calçado deve ficar firme no pé, porém deve estar confortável.

          Chinelos, sandálias e rasteirinhas

          E vamos aos chinelos, sandálias e rasteirinhas, super fresquinhos e a cara do verão! Nestes modelos devemos observar sempre o meio do dedo, donde fica a tirinha do chinelo, sandália ou rasteira, pois dependendo do material em contato com a pele e neste calor pode assar entre os dedos.

          Por isso, é importante sempre estarmos atentos principalmente aos nossos idosos, e aqueles acometidos por algum tipo de doença, como a Diow (minha sogra), que nem sempre vão falar. E para esses modelos devemos observar muito a dica da altura do “peito do pé”, pois as correias as tiras da sandália, rasteira ou do chinelo podem ser estreitas ou baixas para o pé, e apertar ocasionando desconforto.

          Gravei um vídeo super dinâmico demonstrando essas dicas. Se você quiser ver os modelos e a explicação prática, é só assistir o vídeo:

          Bom e se você estiver ai pensando Rê eu tenho um calçado, ou seu pai, mãe, ou a pessoa que você cuida tem um calçado super confortável, lindo que ama, mais o solado é liso, vou ter que desfazer dele?

          Super dica

          Leve este calçado no seu sapateiro de confiança e veja se há possibilidade em emborrachar o solado, e torna-lo um calçado antiderrapante. Eu já fiz isso em vários calçados e deu super certo e, além do custo de emborrachar não ser alto, ainda economizei em uma compra e não desfiz de um calçado que gosto muito.

          E vamos aos tênis, além da maioria deles serem confortáveis traz looks mais despojados, mas também devemos observar alguns detalhes como já mencionados, além é claro do cadarço. Isso pode ser um fator de risco de queda para alguns idosos, pois o cadarço pode se soltar o idoso não perceber e se enroscar, tropeçar e se machucar.

          Para isso, temos hoje diversos modelos super práticos apenas de calçar os pés e alguns até tem cadarços apenas decorativos, que facilitam a nossa vida e dos nossos idosos.

          Sempre devemos lembrar que cada um possui a sua limitação e necessidade e, por isso, gosto muito de frisar as dicas são gerais e devemos sempre adapta-las para a nossa realidade e necessidade.

          Bom eram essas as nossas dicas, espero que vocês gostem e que possam compartilhar nos comentários outras dicas ou experiências.

          Um abraço, Rê Galacci.

          Blog da Rê Dicas de calçados com Rê Galacci