fbpx
(11) 2626-6000

          Comece a se estimular e tenha um envelhecimento saudável! Na terceira idade, tudo o que fazemos vai tornando-se mais lento. Nosso corpo vai perdendo a velocidade.

          Eu acredito que é um sinal de que está chegando a hora de relaxar um pouco, curtir mais, desacelerar.

          Porém, é de suma importância um envelhecimento saudável. Não precisamos esperar sentir essa perda de movimentos para começarmos a tomar uma atitude.

          Veja quais são os hábitos que deveremos começar a praticar para ter uma vida saudável:

          Muitas vezes cuidamos do nosso corpo e esquecemos de cuidar da nossa mente, o cérebro. Hoje falaremos sobre estímulos cognitivos. Irei compartilhar com vocês minha experiência/vivência neste assunto.

          Comece a se estimular já!

          As funções cognitivas envolvem linguagem, memória, atenção, raciocínio, percepção, pensamento e funções executivas. No dia a dia, realizamos muitas atividades sempre na correria, criamos rotinas e normalmente a mantemos.

          Logo, ficamos “programados” para realizar apenas as mesmas tarefas e deixamos de estimular outras áreas e funções do nosso corpo.

          Contudo, existem exercícios simples e muito divertidos que podemos realizar em grupos, individualmente e adapta-los para o tema que mais nos identificamos. Como exemplo, poderei citar o caça palavras, o jogo da memória e a tabuada.

          Enfim, diversos jogos e atividades de fácil acesso que além de nos promover, melhora os estímulos cognitivos. No entanto, ainda podemos interagir com outras pessoas, contribuindo também com a integração e convívio social.

          No canal (Rê Galacci, no YouTube), tem um super vídeo com uma Psicopedagoga. Está cheio de dicas e demonstrações de jogos e de seus benefícios. Clique aqui ou veja abaixo:

           

          De acordo com a minha vivência, eu acredito que a maioria das pessoas imaginam a área da Psicopedagogia apenas para atividades com crianças, mas não é assim. Psicopedagogos são profissionais que podem atuar com adultos e idosos, desde que sejam capacitados para isso, é claro.

          Utilize o estímulo em todas as atividades

          O mais legal de trabalhar estímulos, é que se torna uma ferramenta que você pode inserir no cuidado da pessoa idosa e ganhar força nas atividades que possui resistência em executar.

          Por exemplo:

          Alguns idosos acabam perdendo o apetite e ainda têm aqueles que, quando acometidos por algum tipo de demência, oscilam bastante o apetite. Através do jogo de “adivinhe que fruta é essa e qual o sabor”, você pode contribuir para a aceitação e ingestão de frutas.

          No entanto, esse jogo também pode ser realizado com outros alimentos e objetos e, além de estimular o pensamento e a linguagem, torna o momento da alimentação descontraído.

          Perceba que esta simples atividade foi muito útil como ferramenta de reforço para a nutricionista (alimentação), fonoaudióloga (linguagem/deglutição).

          No entanto, as vezes são exercícios e atitudes simples que contribuem muito no cuidado, promovendo qualidade de vida. 

          É importante destacar que, cada atividade ou jogo deve ser inserido de acordo com a realidade, necessidade e preferências de cada contexto. E lembre-se de não infantilizar as abordagens e/ou atividades. Você deverá trabalhar a maneira que melhor for aceita, respeitando sempre a pessoa idosa.

          Dica extra

          Essas ferramentas também são importantes para nós cuidadores, afinal quem cuida também merece ser cuidado e estimulado. Contudo, também merecemos qualidade de vida e envelhecimento saudável, certo?

          Percebeu como os estímulos cognitivos contribuem para um envelhecimento saudável e ajudam a retardar alguns processos de doenças?  

          Então, vamos começar a estimular?

          Um grande abraço, Rê Galacci.

          Blog da Rê Comece a se estimular – Dicas da Rê Galacci