(11) 2626-6000

          Risco no Empréstimo Consignado

          Entenda porque o risco no Empréstimo Consignado é do Correspondente

          O Correspondente Bancário há muito tempo vem assumindo o risco da operação e o abuso por parte das instituições financeiras. Contudo, o abuso é tão grande que, atualmente, até um DOC devolvido é cobrado do correspondente.

          Nossa parceria com os Bancos nunca foi Bilateral. A culpa de todos os problemas sempre recaiu sobre nós.

          Problemas de aceitação

          Um correspondente bancário nada mais é do que um prestador de serviços bancários. Atualmente, o correspondente bancário é certificado pela ANEPS, órgão que regulamenta a atividade do correspondente Bancário no Brasil.

          Há muito tempo, se propaga que todas as culpas do setor é do correspondente, o que não é uma verdade. A grande maioria dos correspondentes são corretores honestos que têm como profissão esta atividade.

          É estranha a posição dos tomadores de serviço dos correspondentes bancários. No entanto, eles contam com nossa mão de obra mas orquestram um verdadeiro massacre ao setor.

          Quando se devolve um DOC ou TED, seja qual for o motivo, é debitado do correspondente o valor de R$ 10,00.

          Existem casos onde se dá entrada em um Refinanciamento e a renda do cliente diminuiu e não se consegue ajustar a parcela. O valor integral do contrato é estornado do correspondente.

          Na portabilidade, se o banco paga o saldo e, por algum motivo seja culpa de atraso no processo ou má fé do cliente, não se consegue averbar e é estornado o valor integral do contrato do correspondente.

          Se o cliente abre alguma reclamação tendo ou não procedência, nem sequer sabemos o teor da reclamação.

          De quem é a culpa?

          Tivemos um caso onde ao especular o cliente, a reclamação era referente sua conta corrente e não sobre o empréstimo contratado, ou seja, qual foi nosso erro?

          Poderia enumerar diversos casos aqui e contar diversas histórias. Podem acreditar que temos muitas histórias ao longo de nossos mais de 20 anos no setor.

          O fato é que infelizmente estamos sozinhos e entregues à própria sorte. No entanto, você caro leitor, saiba que somos muitos e que fazemos nosso trabalho com muita luta.

          Só o setor de correspondentes movimenta mais de 10 bilhões de reais ao ano em empréstimos consignados.

          Não são comuns os problemas de saúde entre nós correspondentes, desde de gastrite até infarto. Infelizmente, alguns colegas até perderam suas vidas de tanto stress.

          Onde estão as autoridades? Banco Central e ANEPS? Estamos realmente abandonados?

          Quando vejo um colega correspondente, tenho muito respeito. Sei o que ele passa, sei como é tratado, sei dos seus problemas e frustrações.

          Amo pessoas e amo o que faço. Tenho muito carinho pelos clientes e respeito aos seus problemas. No entanto, só não consigo aceitar o que o mercado faz conosco.

          Caro cliente, estamos sempre do seu lado. Mesmo em desvantagem, espero que entenda que não somos bandidos como se divulga no mercado. Somos trabalhadores, acuados sim, mas sempre estaremos aqui para lhe ajudar ou auxiliar.

          Dentre as instituições financeiras que menos respeitam o correspondente, podemos destacar o Banco Safra, o Bradesco e JV Itaú.

          Já deixou de comprar uma roupa ou sapato, pois sabia que tal marca utiliza mão de obra escrava? Para um bom entendedor, meia palavra basta.

          Só por hoje, amanhã e depois….

          Blog do Luiz Risco no Empréstimo Consignado é do Correspondente