Contratações
4003-4885
Um site validado pela Certisign indica que nossa empresa concluiu satisfatoriamente todos os procedimentos para determinar que o domínio validado é de propriedade ou se encontra registrado por uma empresa ou organização autorizada a negociar por ela ou exercer qualquer atividade lícita em seu nome.

Como fazer empréstimo com nome negativado?

Antes de tudo, é importante explicar porque as Instituições Financeiras em operações convencionais como Crédito Pessoal não aprovariam um crédito com nome negativado. Ao conceder crédito, seus hábitos de pagamento são avaliados, sendo essa a única forma de identificar se você tem condições de contratar um empréstimo, analisando também as suas dívidas. A taxa de juros anda de mãos dadas com o risco que o banco tem em lhe emprestar, por isso, operações de Crédito Pessoal para pessoas negativadas podem chegara uma taxa de até 22% ao mês, o que em nosso entendimento só piora a situação. Contratar um crédito em condições de taxas de juros que ultrapasse 10% é o primeiro passo para sua falência financeira.


Qual a Saída então?

O “Crédito Consignado” é a modalidade que não leva em consideração o fato de você ter o nome negativado. Nele a taxa de juros não passa de 2% ao mês, e, descontando a inflação, torna-se muito mais interessante, uma vez que a parcela é fixa. Caso se enquadre nos perfis abaixo, faça o teste em nosso Simulador on-line, onde poderá comprovar o quanto o Crédito Consignado é infinitamente mais acessível do que qualquer outra modalidade. Segue abaixo:

Aposentados e Pensionistas do INSS

Servidores Federais

Militares do Exército

Militares da Aeronáutica

Militares da Marinha

Servidores Municipais.


Não me enquadro em nenhuma das opções abaixo; e agora?

Uma opção é transformar suas dívidas em uma operação financeira, veja como é simples:

1º Passo: Some todas as suas dívidas

2º Passo: Promova um acordo coletivo. O própria Serasa estimula tais iniciativas. Procure o mais próximo de sua residência.

3º Passo: Com muita consciência informe no acordo o valor máximo que poderia pagar (o ideal seria até 30% de sua renda).

4º Passo: Formalize o acordo e pague em dia.


Recomendações

 Sempre utilize o crédito de forma consciente. Procure organizar suas finanças de forma honesta e direta, fazendo comparações antes da compra evitando gastar por impulso. Faça um planejamento financeiro, veja como é fácil:

1º Passo: Pegue um caderno e coloque na primeira linha o valor líquido de sua renda.

2º Passo: Conforme as contas vão chegando, anote nas linhas de baixo o valor e ao lado o tipo de despesa, como por exemplo: R$ 100,00 – Conta de Luz. Não se esqueça de relacionar nada, até mesmo a pipoca que comprou no cinema.

3º Passo: Faça a subtração de tudo que foi gasto durante o mês e veja quanto lhe sobrou.

4º Passo: Analise o que foi de excesso durante o mês, viabilizando após isso diminuir tais despesas.

 

Essas são apenas algumas medidas. Estaremos nos dedicando inteiramente neste sentido para poder lhe auxiliar de forma mais concreta a se livrar de suas dívidas. Esperamos, com isso, poder ajudar!